Besiktas-F.C. Porto

 :: Varios :: Noticias :: Futebol

Ir em baixo

default Besiktas-F.C. Porto

Mensagem  lucho8 em Qua 3 Out 2007 - 15:49

Besiktas-F.C. Porto: 0-1 (crónica)


O F.C. Porto alcançou uma vitória importantíssima e suada na
deslocação ao reduto do Besiktas, graças a um golo tardio de Quaresma
(0-1). Na 2ª jornada do Grupo A da Liga dos Campeões, a equipa
portuguesa logrou segurar o adversário e chegar ao triunfo em tempo de
compensação. Os azuis e brancos nunca deixaram de acreditar e, apesar
de alguns sustos, souberam esperar por uma oportunidade para roubar
três pontos à equipa de Rodrigo Tello. O bicampeão nacional
viajou para Istambul com um ponto na bagagem, fruto do empate na
recepção ao Liverpool, favorito na bolsa de apostas do Grupo A da Liga
dos Campeões. Jesualdo Ferreira fez a alteração da praxe, lançando
Jorge Fucile no lugar de Marek Cech, em relação ao embate com o
Boavista. Os dragões retraíram-se na etapa inicial e,
exceptuando alguns desequilíbrios provocados por Ricardo Quaresma, que
usou e abusou dos seus dotes, houve bem mais Besiktas. A formação
turca, a atravessar um momento complicado, tudo fez para chegar à
vitória e causou vários calafrios a Hélton, mesmo sem exibir-se ao seu
mais alto nível. A equipa de Jesualdo Ferreira demonstrou
respeito pelo adversário e só conseguiu assumir claro ascendente na
fase inicial da etapa complementar. Tarik Sektioui voltou a denotar uma
fragilidade física compreensível, face ao Ramadão, mas teve o seu único
momento de glória ao minuto 52. O marroquino lançou Lucho e este cruzou
para o coração da área. Raul Meireles chegou ligeiramente atrasado e
falhou o cabeceamento à boca da baliza. Esse lance parecia
servir de mote para o crescimento do F.C. Porto, em termos de ambição.
O Besiktas não conseguia disfarçar algum nervosismo e poderia quebrar a
qualquer momento. Contudo, o treinador dos dragões voltou a confirmar o
seu realismo, preferindo colocar a prioridade na segurança do bloco. Ao
minuto 66, Tarik cedeu o seu lugar a Marek Cech e o campeão nacional
foi baixando as suas linhas. A partir dessa altura, os turcos
foram carregando no acelerador, ao mesmo tempo que o Marselha marcava
frente ao Liverpool e baralhava as contas do Grupo A. O empate do F.C.
Porto na Turquia poderia ser curto, mas pareceu positivo quando a bola
passou demasiado perto da baliza de Helton. O guarda-redes brasileiro
viu-se obrigado a brilhar para manter o nulo, contando com o precioso
acerto da dupla formada por Bruno Alves e Stepanov. Olhando
apenas em frente, a equipa onde pontifica Rodrigo Tello procurou
instalar-se definitivamente no meio-campo adversário e acabou por
conceder alguns espaços, que o F.C. Porto poderia aproveitar. Adriano
entrou e, um minuto depois, falhou o alvo por muito pouco, a cruzamento
de Cech. Quando a equipa portista surgia nas imediações da área
contrária, percebia-se a diferença de qualidade entre portugueses e
turcos, mas faltou audácia nas transições. Nos últimos minutos, e já
com uma demonstração de ambição de Jesualdo Ferreira, trocando Raul
Meireles por Leandro Lima, o campeão nacional voltou a dar uma imagem
fiel das suas capacidades. Seria demasiado tarde? Nem tanto. Já
em tempo de compensação, na sequência de uma jogada de insistência,
Leandro Lima tocou para Lucho, este para Quaresma e o extremo, depois
de dominar a bola com o peito, conseguiu marcar com o pé direito. Três
pontos, vitais face ao resultado do Marselha em Liverpool, ao cair do
pano de uma peça de teatro com contornos dramáticos.

in maisfutebol
avatar
lucho8
Moderador
Moderador

Masculino
Número de Mensagens : 60
Idade : 26
Localização : Barcelos
Emprego/lazer : Estudante
Data de inscrição : 01/10/2007

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 :: Varios :: Noticias :: Futebol

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum